domingo, agosto 03, 2008

Beija-me


Beija-me

Seu rosto ilumina o meu
Como um sol
Seu olhar parece águas claras
Cuja liquidez ensopa minha alma

Seu corpo canela e molhado
Exala sabor e frescor
Nem sente o que sinto
Nem sabe o quanto amo
Num murmúrio de amor
Suplico: Beija-me!

Beija-me, o seu beijo apaixonado
Que permanece além do imaginado
Beija-me
Com o seu amor cigano
Porque morro contigo
È você que chamo

Patrícia Bueno/De Magela 12/2007

Nenhum comentário: